Geografia

            A povoação está situada num pequeno outeiro, rodeada de pequenas elevações e vales pouco extensos por onde correm pequenos ribeiros, caudalosos no Inverno, mas secos no verão. Tem uma altitude máxima de 400 metros e só é visível do exterior, pelo Norte, da Serra da Gardunha, distante cerca de 15 quilómetros. A Sul, para quem vem no sentido de Castelo Branco - Penamacor, pode ver-se um maciço de granito conhecido pela Serra do Oledo, que só tem o aspecto de serra visto por esse lado, já que visto do lado da freguesia apresenta-se como uma suave colina. À sua volta os terrenos são arenosos e pouco produtivos, excluindo algumas pequenas beiradas onde se cultiva o feijão frade e o milho. Contudo, a Leste, os terrenos são argilosos, permitindo a cultura da oliveira e do trigo. Inserida numa região de grande amplitude térmica, em que os Verões são extremamente quentes e secos e os Invernos chuvosos e frios, não tem na sua área cursos de água permanentes. No limite Norte da freguesia corre a Ribeira do Taveiró e no limite Sul a Ribeira da Caniça, desaguando ambas na Ribeira de Alpreade, junto à Ponte de S. Gens. Quer uma, quer a outra, são extremamente caudalosas no Inverno, provocando grandes enchentes em anos de muita pluviosidade, enquanto no Verão secam por completo, ficando aqui e ali alguns charcos. Pelo meio da povoação passa o Ribeiro do Lugar com as mesmas características, sabendo-se que há sessenta ou setenta anos atrás, em anos de muita chuva, fazia funcionar um lagar de azeite.

esquerda1.gif (1418 bytes)

[Inicio] [Menu Principal] [Roteiro] [Informações Úteis da Freguesia] [Jornal da Terra] [Lendas] [A Tradição Oral] [Gastronomia] [Links] [E-mail]

contador de visitas